Rua Teodoro Sampaio 352, conjunto 116 - São Paulo - SP (11) 4063-8334 Webmail Administrar
Hoffer

Vitamina para Psicose?

A falta de vitamina B3, também conhecida como niacina, pode causar uma doença chamada pellagra. Em muitos casos, a pellagra cursa com quadro psicótico bem semelhante ao da esquizofrenia, associado a lesões de pele e diarréia. Esta doença é atualmente rara já que esta relacionada com alimentações muito pobres em um aminoácido essencial chamado triptofano.

No passado, quando a pellagra era bem mais comum, para se fazer o diagnóstico diferencial entre pellagra e esquizofrenia era necessário fazer uma tentativa de tratamento com reposição de niacina em baixas doses. Os que melhoravam eram diagnosticados como pellagra  e os que não se recuperavam eram identificados como esquizofrênicos.

No entanto, durante o surgimento da medicina ortomolecular, o medico Abram Hoffer( foto acima – falecido em 2009) decidiu testar a hipótese de que a niacina em doses altas poderia também ajudar os pacientes esquizofrênicos. Ele fez diversos estudos clínicos com a niacina incluindo estudos controlados com placebo. Num deles, foram estudados 31 pacientes esquizofrênicos no primeiro surto psicótico. Os pacientes que tomaram niacina tiveram 80% de taxa de recuperação enquanto os que tomaram placebo tiveram 33%. O próprio Hoffer publicou ainda outros estudos abertos e controlados com placebo. Todos os que incluíam apenas indivíduos no seu primeiro ano de doença tiveram resultados positivos.

Para casos mais crônicos os resultados são menos interessantes, já que alguns estudos tiveram resultados negativos. Com isso, Hoffer decidiu analisar os pacientes crônicos que se trataram por mais de cinco anos com a niacina. Fazendo esta análise retrospectiva, ele pôde observar resultados positivos como os seguintes: dos 27 pacientes esquizofrênicos graves, 16 conseguiram manter um alto nível funcional. Todavia, esta observação retrospectiva sem controle com placebo dificulta a interpretação deste dado.

Há pelo menos 3 teorias que tentam explicar o mecanismo de ação da niacina para a esquizofrenia. Uma delas é relacionada com a neurodegeneração, outra com a disfunção da membrana fosfolipídea(fundamental para todas as celulas do corpo inclusive para os neuronios) e outra ligada a um derivado da adrenalina chamado adrenocromo. Esta última era a preferida de Hoffer. No entanto, ainda não está claro por qual mecanismo a niacina atuaria na reversão de quadros psicóticos.

Portanto, o tratamento com niacina em altas doses como um adjuvante ao tratamento padrão parece ser uma importante ferramenta para parte dos pacientes que estão iniciando um quadro psicótico. Afinal, há estudos controlados com placebo que evidenciam altas taxas de recuperação utilizando esta estratégia. Já para os quadros mais crônicos, não está clara a sua utilidade.

Infelizmente, este legado de Abram Hoffer é quase completamente desconhecido tanto pelos psiquiatras quanto pelo público em geral.

Deixe seu comentário

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com